Construindo uma SubAdquirente | Abílio Azevedo

Abílio Azevedo.

Construindo uma SubAdquirente

Cover Image for Construindo uma SubAdquirente
Abílio Azevedo
Abílio Azevedo

Faaaaala Produteiro!

Você sabe como funciona o fluxo de pagamento no cartão de crédito?

1 - Cliente interage com o comerciante (CHIP, CONTACTLESS, QRCODE, DIGITANDO O CARTÃO);

2 - O Merchant, através do POS ou E-COMMERCE comunica-se com a Adquirente;

3 - A Adquirente se comunica com a Bandeira;

4 - A Bandeira se comunica com o Banco Emissor do cartão, que autoriza ou não a transação;

5 - A resposta da transação volta para bandeira;

6 - A resposta da transação vai para a Adquirente;

7 - A resposta da transação chega para o comerciante;

8 - O Banco Emissor comunica na forma de fatura (CRÉDITO) ou débito na conta corrente (DÉBITO) ao portador do cartão.

9 - O Portador paga o valor devido.

10 - O Banco emissor retira sua parte e paga a bandeira.

11 - A Bandeira retira sua parte e paga a adquirente.

12 - A Adquirente retira sua parte e paga ao comerciante.

Portanto, o comerciante paga todas essas taxas e repassa elas pro cliente final através do custo do produto.

Taxas:

MDR: A taxa MDR (sigla em inglês para Merchant Discount Rate) ou conhecida como “Taxa de Desconto do Lojista”, trata-se de uma taxa percentual, cobrada pela processadora de cartão sobre os lojistas, em cada transação realizada na máquina de cartão, seja ela de débito ou crédito.

Taxa de Antecipação: Taxa cobrada pela antecipação dos valores parcelados Basicamente existem duas formas de cobrar a taxa de antecipação:

  • Por parcela (visa facilitar o cálculo) Taxa Total = Taxa Por Parcela * Número de Parcelas
  • Por Juros A.M (mais justo): É utilizado a a Tabela Price já que as parcelas são constantes Montei ela nessa planilha.

Tudo bem, mas e a SubAdquirente? Aonde entra nesse jogo?

Bom a SubAdquirente é mais um intermediário nesse jogo e existe por alguns fatores, entre eles:

  • Para aumentar o alcance de credenciamento;
  • Para dar um atendimento melhor ao cliente na ponta;
  • Para agregar serviços e tecnologias na ponta;

A SubAdquirente faz a interface entre o comerciante e a adquirente e precisa dispor de alguns meios para isso:

1-Contrato com uma ou mais adquirentes;

2-Comprar maquininhas;

3-Ter os chips especiais para conectar as maquininhas à internet;

4-Ter um software de captura para levar a transação até a adquirente;

5-Ter um software de liquidação para calcular as taxas de cada comerciante e liquidar os valores devidos a partir de uma conta de liquidação.

6-Ter um antifraude, principalmente para vendas na internet, aonde o risco é grande e precisa ser minimizado.

Isso tudo precisa estar homologado pela Adquirente, Bandeira e Banco Central.

Para saber mais sobre o arranjo de pagamento e questões legais relacionadas à SubAdquirente indico este artigo.

E existe também a White Label que está abaixo da SubAdquirente, mas isso é assunto para outro post...

Por hoje é só pessoal.


Mais Histórias

Cover Image for Imersão React edição Next JS da Alura!

Imersão React edição Next JS da Alura!

Desenvolvemos um app de QUIZES em NEXT.JS.

Abílio Azevedo
Abílio Azevedo
Cover Image for Fintechs: Material UX e UI

Fintechs: Material UX e UI

Material de Benchmark de Fintechs Brasileiras

Abílio Azevedo
Abílio Azevedo

NewsLetter

Eu enviarei o conteúdo postado aqui no blog. Sem Spam =)